Bacupari-mirim

    O Bacupari-mirim ou Bacupari-anão (Garcinia brasiliensis e Rheedia gardneriana) é uma fruta nativa do Brasil, Paraguay e Argentina, principalmente  nas regiões de floresta Amazônica e Mata Atlântica. A árvore do Bacupari-mirim pode chegar até 3 metros de altura,e produz frutos redondos, pequenos de casca fina e lisa de cor amarela ou laranja, o sabor dos frutos é bastante acido o que leva a ser chamado em  algumas regiões pelo nome de Limãozinho.

Clima e solo
    Adapta-se bem em quase todas as regiões do Brasil e adapta-se tanto a solos mais secos quanto àqueles que retenham mais umidade (os quais parece preferir).

Plantio e cultivo
Bacupari-mirim, Garcinia brasiliensis    A propagação é feita por sementes, plantando em jacazinhos (Balainhos) ou em canteiros, podendo  inclusive ser plantada diretamente no solo em covas bem adubadas e férteis deixando o solo sempre úmido.
    Não são necessários cuidados especiais, por causa da rusticidade da planta. 
O Bacupari-mirim começa a produzir a partir do terceiro ano, sendo que na fase adulta quanto mais sol a planta receber mais adocicados são os frutos.

Usos 
    O Bacupari-mirim é utilizado no reflorestamento de áreas degradadas e na ornamentação de parques, sendo de grande atrativo para a fauna. 
Pode ser consumido in-natura (fresco), ou em forma geleias, licores e sorvetes.

Variedades
     Existe outras especies de Bacupari sendo  a Rheedia brasiliensis a mais comum, ela produz frutos redondos com cerca de 3 cm de diâmetro e sabor bastante ácido podendo a árvore chegar a 15 metros de altura, está especie é mais rara e é encontrada somente em florestas silvestres.


Estudos científicos
    Estudos realizados pela Universidade estadual de Campinas e pela Faculdade de Odontologia de Piracicaba mostram que o Bacupari possui uma substancia chamada Epiclusianona (principalmente na casca) essa substancia pode ajudar na prevenção do câncer de ovário, próstata, rim, língua e pele (melanoma), entretanto os estudos são recentes e não pode-se afirmar se essa substância poderá se tornar um produto de combate ou de prevenção ao câncer pois ainda não se conhece exatamente seus mecanismos de ação.

Fotos

arvore de bacupari-mirim

Fruta do Bacupari (Nome científico: Rheedia gardneriana Planch)
Fruta do Bacupari (Nome científico: Rheedia gardneriana Planch), por Mauro Luiz Benedito em Panoramio
Referências:
CARVALHO, J.E.U.; NASCIMENTO, W.M.O.; MÜLLER, C.H. Sistemas alternativos para a formação de mudas de bacurizeiro (Platonia insignis Mart.). Belém: Embrapa Amazônia Oriental, 1999. 18p. (Embrapa Amazônia Oriental. Comunicado Técnico, 11).
Embrapa documentos 147, Viveiro e produção de mudas de algumas espécies arbóreas nativas do cerrado. ISSN 1517-5111, Outubro , 2005.

1 comentários :

  1. Caros amigos. Existe 2 outras variedades desta fruta ainda não catalogadas. Uma é bem graúda (chamada de bacupari gigante e é bem adocicada) A outra é do tamanho do bacupari-mirim mas é muito doce. Temos aqui na nossa propriedade estas variedades, e vendemos mudas de todas elas. Att: Colecionador Farias 2016.

    ResponderExcluir

 
Lider Agronomia - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Template Clean, criado por Tutoriais Blog .