Espinafre

    O espinafre verdadeiro ou europeu (Spinacia oleracea L.), provavelmente originário da Pérsia (atual Irã), de onde foi levado para a Espanha, é uma hortaliça da família das quenopodiáceas, à qual pertecem também a beterraba e a acelga. É muito cultivado na Europa e nos Estados Unidos, no Brasil, é produzido em menor escala e suas folhas são consumidas cozidas. Cada planta produz só folhas masculinas ou femininas e ambos os tipos são necessários para o bom desenvolvimento vegetativo. As folhas do espinafre crescem ao redor do caule curto, perto do solo. É uma planta de clima temperado ou ameno, às vezes confundida como falso espinafre, chamado espinafre-da-Nova-Zelândia (Tetragonia expansa Murray), da família das aizoáceas (originário da Nova Zelândia e da Austrália), uma planta mais rústica, também conhecida pelos nomes de beldroega-de-folha-grande e beldroega-do-sul. Trata-se de uma planta de crescimento rasteiro, produz folhas menores que o espinafre verdadeiro e tem sabor um pouco diferente, mas serve até com algumas vantagens como seu substituto, pois é mais rústica, menos exigente e plantada o ano todo. 

Variedades 
    Do espinafre-da-nova-zelândia, a única variedade existente é a que leva o próprio nome da planta, do espinafre verdadeiro, as mais plantadas são as do grupo viroflay, entre elas a resistoflav e a viroflex. O híbrido tohkai émais produtivo, gera folhas vigorosas e mais uniformes, pode ser semeado o ano todo e é resistente ao calor e as doenças como o míldio. 

Clima e solo 
    Desenvolve-se melhorem clima temperado ou ameno, com temperaturas entre 15 a 20°C, e as mais elevadas favorecem o florescímento. Os melhores solos para a cultura são os areno-argilosos, com pH entre 6 e 7, O espinafre-da-nova-zelândia é mais tolerante ao calor e aos solos ácidos, embora produza melhor com pH 6,0 a 6,8. 

Plantio 
    Normalmente, o plantio do espinafre verdadeiro vai de março a maio, enquanto os híbridos japoneses podem ser plantados durante o ano em áreas de clima ameno, como o cinturão-verdadeiro de São Paulo, acima de 800 m de altitude. O espinafre-da-Nova-Zelândia pode ser plantado o uno todo no centro-sul, mas produz melhor se plantado de fevereiro a setembro. As sementes dos dois tipos de espinafre germinam melhor quando colocadas na água por 24 horas, antes do plantio. A adubação depende de análise de solo, mas o adubo orgânico é sempre bem aceito. O espinafre verdadeiro pode ser plantado em canteiros definitivo vos, em linhas com 2 cm de profundidade e  espaçadas em 30 cm, gastando-se 3 g de sementes/m2 (e cada grama tem 100 sementes, em média), e depois do desbaste deixa-se as plantas com distanciamento de 5 cm uma da outra. O espinafre-da-Nova-Zelândia também pode ser plantado em canteiros definitivos, com espaçamento de 50 x 30 cm ou 40 x 40 cm, mas é mais vantajoso o plantio em sementeira, em sulcos distanciados de 15 cm (há 15 sementes/g). Quando as plantas têm 3 a 5 folhas verdadeiras são transplantadas para o local definitivo, usando o espaçamento indicado acima ou outros mais largos. O híbrido tohkai é plantado no local definitivo, em linhas, com espaçamento de 5 a 10 cm entre as plantas e 30 cm ou mais entre as linhas. As variedades não híbridas podem ser propagadas também por via vegetativa, plantando-se ramos que enraízam facilmente. 

Tratos culturais 
    Irrigam-se as plantas sempre que necessário, mas no caso do espinafre-da-Nova-Zelândia as irrigações são mais moderadas e espaçadas. 

Pragas e doenças 
    As pragas mais comuns são insetos sugadores e os mastigadores. No Centro-Sul, os fungos podem causar tombamento. 

Colheita 
    No caso do espinafre verdadeiro e do híbrido inicia-se de 35 a 60 dias depois da semeadura, conforme a época de plantio. colhendo-se a planta inteira ou cortando-se só as folhas, parceladamente. O híbrido tohkai é arrancado inteiro. O espinafre-da-Nova-Zelândia é colhido 60 dias depois da semeadura direta ou 70 a 80 dias depois da semeadura em sementeira, cortando-se os ramos terminais e deixando-se sempre uma haste para o desenvolvimento da planta. O espinafre é comercializado em maços de 3 a 4 kg e os consumidores preferem o produto que tem folhas viçosas, verde-escuras, com cerca de 30 cm de comprimento. 

Composição por 100 g 
   Espinafre Nova-Zelândia: 24 calorias; 2,8 g de protéinas; 79 mg de cálcio; 42 mg de fósforo; 3,30 mg de ferro; 585 mmg de vitamina A: 0,07 mg de vitamina B1,  0,10 mg de vitamina B2 e 41 mg de vitamina C.

Fotos

0 comentários :

Postar um comentário

 
Lider Agronomia - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Template Clean, criado por Tutoriais Blog .