Cenoura

    A cenoura (Daucus carota L.), provavelmente originária da região do Mediterrâneo e do sudoeste da Ásia, é uma planta da família das umbelíferas (a mesma da mandioquinha-salsa, aipo, salsa, coentro e funcho), que produz uma raiz aromática e comestível, com alto teor de vitamina A. É uma das hortaliças mais cultivadas do Brasil. As cenouras atualmente cultivadas foram introduzidas na Europa pelos árabes, através da Itália. Por ser uma planta de clima temperado, a sua produção no Brasil é maior nos meses de inverno, mas vários órgãos governamentais estão empenhados na pesquisa de variedades de verão, tendo já conseguido algum sucesso, como o desenvolvimento das variedades brasília e kuronan, que são plantadas o ano todo. 

 Clima e solo 
    A cenoura desenvolve-se bem em temperaturas que vão de 8 a 22°C, mas existem variedades que aceitam temperaturas de até 25°C. Os melhores solos para seu cultivo são os férteis, de textura média, bem drenados, com pH em tomo de 6, ricos em matéria orgânica e livres de microrganismos patogênicos. 

Variedades 
    Para o plantio de inverno, recomenda-se a nantes; para o de verão, a kuronan, brasília, kuroda e tropical. A kuronan tem folhagem vigorosa, verde-clara, com 25 a 30 cm de altura. As raízes cilíndricas, laranja-escuras e com baixa incidência de ombro verde ou roxo, medem de 15 a 25 cm e têm diâmetro entre 2 e 3 cm. É resistente ao calor e à requeima das folhas causada pelo fungo Alternaria dauci. Originária do cruzamento entre a kuroda-gossun e a nantes, é recomendada para o plantio entre novembro e março, no cinturão verde de São Paulo. A brasília tem folhagem vigorosa, com 35 a 40 cm de altura, muito resistente a doenças. As raízes. quase cilíndricas e alaranjadas, também apresentam baixa incidência de ombros verdes ou roxos e medem de 14 a 16 cm, com diâmetro entre 3 e 4  cm, o peso varia entre 120 e 140 g, foi desenvolvida para ser cultivada principalmente nas regiões do Planalto Central, no Nordeste e no Norte do país. 

Plantio 
    O de inverno vai de março a junho, e o de verão, de setembro a janeiro. A kuronan e a brasília devem ser plantadas de novembro a março, o solo é corrigido e adubado de acordo com o resultado da análise feita de três a quatro meses antes do plantio, e as sementes, distribuídas em filete contínuo, a 1 ou 2 cm de profundidade, em sulcos distanciados entre si de 20 a 30 cm, em seguida, são cobertas com uma leve camada de terra, gastam-se 3 g de sementes por metro quadrado de terreno, deve-se manter o canteiro livre de plantas invasoras, até dois ou três meses após o plantio. 

Tratos culturais 
    Precisa de regas diárias até trinta dias após o semeio e depois, de três em três dias, o desbaste é necessário quando as plantas estão com 10 cm de altura, eliminando-se as menos desenvolvidas e deixando-se as mais vigorosas num espaçamento de 4 a 5 cm. As plantas invasoras são eliminadas com capinas, sempre que necessário. Pode-se plantar cenoura nas entre linhas da alface, o que possibilita melhor aproveitamento do canteiro e maior proteção do solo. Já se demonstrou que a alface e a cenoura são plantas companheiras. 

Pragas e doenças 
    O maior problema da cenoura são os nematóides, além disso, pode ser atacada por pulgões e cochonilhas, por doenças fúngicas como a queima das folhas ou requeima e a cercosporiose, e por bacterioses como a podridão mole. 

Colheita e rendimento 
    A colheita se dá de 70 a 120 dias, conforme a variedade (a da kuronan, de 95 a 120 dias após a semeadura), o ciclo vegetativo da brasília depende da região onde é cultivada, na região de Brasília, por exemplo, o ponto ideal de colheita para o mercado é de 80 a 90 dias e em regiões mais quentes, como os Estados de Pernambuco, Paraíba, Mato Grosso, Piauí e Acre, de 65 a 70 dias, nas regiões mais frias, onde as temperaturas baixam a 10 ou 12°C à noite e os dias são longos, o florescimento é prematuro, fazendo com que as plantas tenham até 20% de raízes defeituosas. A produtividade da brasília, em condições normais, é de 35 a 45 t/ha. Depois de arrancadas as plantas, retiram-se as folhas, as raízes são selecionadas, classificadas por tamanho, lavadas e embaladas em caixas tipo K (com espaço interno de 49,5 cm de comprimento, 23 cm de largura e 35,5 de altura), que comportam em média 26 a 27kg. O atraso da colheita das cenouras torna as raízes lenhosas. 

Comercialização 
    De maneira geral,os preços são elevados de fevereiro a abril, médios em maio e baixos de junho a janeiro. 

Composição nutricional por 100 g
    42 calorias, 1,10 g de proteínas, 37 mg de cálcio, 36 mg de fósforo, 0,70 mg de ferro, 1100mmg de vitamina A, 0,06 rng de vitamina B1,  0,05 mg de vitamina B2 e 8 mg de vitamina C. 
Conserva: 28 calorias, 0,60 g de proteínas, 25 mg de cálcio, 20 mg de fósforo, 0,70 mg de ferro, 1 000 mmg de vitamina A, 0,02 mg de vitamina B1, 0,02mg de vitamina B2 e 2 mg de vitamina C. 

Fotos

0 comentários :

Postar um comentário

 
Lider Agronomia - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Template Clean, criado por Tutoriais Blog .