Tâmara

    A Tamareira (Phoenix dactylifera L), originária da Asia e considerada palmeira sagrada no mundo muçulmano, pode ter um bom futuro no Brasil, mais especificamente no Nordeste, onde vem sendo plantada com sucesso. Seu fruto, com grande quantida-de de açúcares, serve para fazer geléia, licor, aguardente, vinagre, álcool, passa, palmito e farinha. A tâmara, além disso,é o terceiro produto mais importante a entrar na composição de xaropes expectorantes, e suas folhas pontiagudas são usadas na fabricação de agulhas de tricô. Há referências ao plantio da tamareira no Brasil há séculos, porém sem grande interesse. Há cinco anos o Centro de Pesquisa Agropecuária do Trópico Semi-Árido (CPATSA), da Embrapa, localizado em Petrolina (PEl, está desenvolvendo um projeto de pesquisa no campo experimental de Bebedouro, com a implantação de 4 ha, irrigados por sulco de infiltração. Essa implantação foi feita por sementes, um processo menos seguro de garantir a reprodução das tamareiras com a mesma qualidade da palmeira-mãe. A segunda etapa, que consiste na implantação demais 2 ha de tamareiras, mas com o plantio por mudas, já se iniciou. Os filhotes que surgem nos caules da tamareira dão mudas que garantem a qualidade da palmeira mãe. 

Variedades 
    Das dez variedades implantadas, destacaram-se a medjool e a zahidi, que deram os primeiros frutos aos 2 anos de idade, tendo ficado apenas três meses em viveiro, no Vale do São Francisco. Em outros lugares, como nos Estados Unidos, onde está sendo plantada a tamareira, o período de permanência em viveiro é de um ano, e a primeira frutificação ocorre aos quatro anos. Na regiãode origem, a frutificaçâo acontece só aos oito anos. Além da precocidade, as plantas têm demonstrado, no Nordeste, tendencia a pragas e doenças, tendo sofrido apenas ataque de um fungo das folhas que não chega a causar prejuízos. A tamareira pode ser uma cultura ideal para certas regiões nordestinas, pois desenvolve-se bem em terrenos arenosos ou salinizados. E as grandes plantações são feitas em locais de poucas chuvas, como o Irã e o Iraque, os principais produtores. 

Composição nutricional por 100 g 
Ao natural: 177,6 calorias, 1,9 g de proteínas, 65 mg de cálcio, 56 mg de fósforo, 3 mg de ferro, 15 mmg de vitamina A, 2, 1 mg de vitamina B1, 3,5 mg de vitamina B2 e 30 mg de vitamina C. 
Dessecado: 316 calorias, 2,2 g de proteínas, 72 mg de cálcio, 60 mg de fósforo, 2,1 mg de ferro, 16 mmg de vitamina A, 7 mg de vitamina B1 e 8,3mg de vitamina B2. Além disso a tâmara é rica em potássio, com 641 ,6 mg por 100 g da parte comestível.

Fotos

0 comentários :

Postar um comentário

 
Lider Agronomia - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Template Clean, criado por Tutoriais Blog .