Jenipapo

    O Jenipapeiro (Genipa americana, L), originário da América Tropical, é uma árvore muito útil, a começar pelo poder de atração de seu fruto, o Jenipapo, que facilita o repovoamento de animais e aves. É ótima, portanto, para o florestamento e reflorestamento. A árvore pode atingir até 20 m de altura e dá uma madeira de cor marfim, mole. muito elástica e flexível, resistente ao ataque de insetos e usada para marcenaria de luxo, matriz de xiloaravura, construção de barcos etc, Quando cortada e mergulhada na água, sua cor muda para uma belíssima tonalidade roxa. Da folha faz se chás medicinais (para tratamento entre outras coisas, de diarréia), mas ela pode também ser usada como forrageira, cortada e misturada à ração, porque estimula o apetite dos animais. As sementes e as raizes também são medicinais (as sementes, esmagadas, são um eficiente vomitório; a raiz tem ação purgativa). O fruto, uma baga ovóide e carnuda, é comestível. De polpa aromática e mole (difícil de ser transportada sem prejuízo), quando maduro pode ser usado para a fabricação de licores, compotas e vinhos, e também para a alimentação de caprinos, suínos e bovinos. Mas precisa ser cortado antes de ser dado aos animais, para evitar engasgamento.Quando verde, o fruto como também a casca da árvore -d,í uma matéria corante azul-escura que, em contato com o ar, torna-se preta e é usada pelos índios para pintar o corpo, tecidos e objetos de uso doméstico. 

Variedades
    Há muitas espécies e variedades de jenipapo, entre as quais o Jenipapo-grande. médio, pequeno, jenipapo-sem-caroço, semperflorens e o charuto-schum. E uma planta que se adapta a várias condições, sendo encontrada em quase todo o país, .excero cm regiões muito áridas. 

Cultivo adubação e multiplicação das mudas 
    Pode ser cultivado nos mais variados tipos de solo, até mesmo, sob certas condições, no cerrado. E a adubação deve ser orgânica, com destaque para adubação verde. Para multiplicar as mudas, pode-se usar a enxertia, a alporquia,o alto fuste e a regeneração natural. O método mais usado é a semeadura, seguida da regeneração natural. As sementes brocadas ou doentes devem ser eliminadas. As sementes germinam em 25 ou 30 dias. E preciso esperar, então, de três a quatro meses, quando as mudas atingem a altura de 12 cm de caule, para fazer a repicagem. Para o acondicionamento delas usam-se jacás, bambus, laminados, cai:xotes, sacos de plástico ele. Depois da repicagem, de seis a doze meses, as mudas devem permanecer num ripado para proteção, até que atinjam 20 cm, antes do plantio definitivo (no cerrado, o ripado foi eliminado, com bons resultados, em menos tempo). 

Plantio 
    O ideal é que seja feito na estação chuvosa, em covas de 60 x 60 x 60 cm, com 20 a 30 l de esterco curtido por cova. Costuma-se também abrir covas esperar um mês e depois adubá-las, misturando a terra da superfície com o esterco. Passado mais um mês, planta-se (no cerrado, essa etapa também está sendo eliminada, com bons resultados). 

Consorciação 
    Pode ser feita com mandioca ou algodão, mas quando o jenipapeiro ainda é jovem, de forma que receba sombra e possa desenvolver-se melhor. Em plantações com grandes espaçamentos em solos pobres e arenosos, recomenda-se o consorciamento com leguminosas. Embora o jenipapeiro seja uma planta muito rústica e pouco exigente, é preciso capinar ao redor vez ou outra para manter a área limpa. 

Colheita 
     Consiste apenas em calar os frutos que caem. Começa a produzir no quinto ano e em certas regiões, o jenipapeiro tem sempre frutos (numa parte da planta) e flores (em outra parte). A colheita se concentra, no Amazonas, em agosto e setembro, mas em Viçosa (MG), por exemplo, é de maio a julho e em Sergipe de fevereiro a maio. Há variedades no Nordeste que podem dar frutos maduros quase o ano todo. 

 Ação medicinal  
    Atribuem-se ao jenipapo várias propriedades curativas. Da polpa, por exemplo, diz-se que é diurética e combate a anemia, a icterícia, a barriga-d'água, as afecções do fígado e do baço. Os antigos usavam o fruto como anti-sifilítico e curativo da ruptura do umbigo das crianças. 

Composição nutricional por 100 g 
    113 calorias, 5,2 g de proteínas, 40 mg de cálcio, 58 mg de fósforo, 3,6 mg de ferro, 30 mmg de vitamina A, 0,04 mg de vitamina B1,  0,04 mg de vitamina B2 e 33 mg de vitamina C.

Fotos


1 comentários :

  1. gostei, quero comprar 2 mudas como fazer?

    julio cesar E-MAIL :jcfsouza@ig.com.br

    cel 11 997839097

    ResponderExcluir

 
Lider Agronomia - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Template Clean, criado por Tutoriais Blog .