Fruta pão

    A Fruta-pão  (Artocarpus incisa L.) é uma árvore originária do arquipélago malaio. Pode chegar a mais de 20 m de altura e seus frutos, com até 25 cm de diâmetro e 2 kg, são um alimento importante para nativos de várias ilhas do Pacífico. No Brasil onde foi introduzida no início do século XIX, não tem grande importância econômica, e seus frutos são pouco consumidos, embora tenha se adaptado muito bem ao litoral nordestino e às matas do Pará. Uma grande vantagem da fruta-pão é que ela pode ser conservada de uma colheita até a seguinte, como faz a população de algumas ilhas, que guarda a fruta em buracos feitos no chão e vedados completamente, para que não entre ar. Então a fruta fermenta e adquire um sabor desagradável para quem não está acostumado. Ela também é conservada em fatias secas ao sol e como farinha. No Brasil, come-se a fruta-pão assada ou cozida, com manteiga ou creme e também frita. O perfume é agradável quando madura, e sua polpa, nutriente e saborosa, muito doce e aromática, pode ser comida crua, embora seja um tanto fibrosa. Por isso ela é menos apreciada dessa forma. A fruta-pão chegou a ser considerada viável para a produção de álcool em escala industrial, em estudo do professor José Elias de Paula (Universidade de Brasília), publicado na revista Atualidades, do Conselho Nacional de Petróleo (n." 73, janeiro-fevereiro, 1981). M. Pio Corrêa, no Dicionário das Plantas Úteis do Brasil, registra vários outros usos para a plantada fruta-pão: a raiz é vermífuga; as folhas são antidiarréicas e, se cozidas, úteis contra o reumatismo e o beribéri, especialmente quando há dores e entorpecimento das pernas; as flores frescas são emolientes; as cascas dos ramos novos, maceradas, servem para cordoalha e esteiras; e o látex extraído dos ramos novos, parecido com leite de vaca, pode ser usado como cicatrizante de feridas, para calafetar embarcações e para fabricação de cola. O fruto pode ser usado também para a fabricação de doces.

Variedades 
    A variedade mais cultivada no Brasil é a sem sementes, mas existe outra, mais rara, com sementes e pequena quantidade de polpa. Nestas, há cinqüenta a sessenta sementes comestíveis. cozidas como castanhas.

Clima e solo 
    Como planta de clima tropical, a fruta-pão se desenvolve bem em clima quente e úmido, mas é sensível a períodos longos de estiagem. Por isso,em regiões sujeitas 11 seca, recomenda-se seu plantio em margens de rios, lagos ou riachos, onde as raízes possam extrair do subsolo a água que não há na superfície,e o uso de cobertura morta. O melhor solo é o fértil, profundo, úmido, bem drenado e rico em matéria orgânica.

Plantio
    A variedade com semente é reproduzida pelo plantio dessas sementes em prazo razoavelmente curto, para que não percam a capacidade de germinação. A variedade sem sementes, ou apirena, produz brotos ou rebentões das raízes, que devem ser retirados em dias chuvosos e plantados em canteiros. Podem-se também plantar estacas das raízes, com cerca de 20 cm de comprimento e 1,2 a 6 cm de diâmetro. Essas estacas devem ser colocadas para enraizar em areia, enterradas inclinadas, com a parte mais grossa para acima, 4 a 6 cm fora da superfície. Esse processo deve ser feito durante a estação chuvosa, e os leitos de enraizamento devem ser mantidos à sombra. O plantio no local definitivo se faz no início das chuvas, em espaçamento de 8 x 8 m x10 m.

Colheita 
    Os frutos devem ser colhidos de vez, quando mudam de coloração e na casca há mais espaço entre as proruberâncias, que se tornam também menos salientes. Das cascas, nessa fase, saem gotas de látex , e os frutos emitem um som oco, quando batidos. As frutas se conservam bem durante dias, à temperatura normal, e podem ser transportadas a grande distância. A frutificação da fruta-pão começa aos 5 anos de idade e se repete anualmente, por cerca de oitenta anos.

Composição nutricional por 100 g 
    96 calorias, 1,3 g de proteínas, 29 mg de cálcio, 40mg de fósforo, 0,7 mg de ferro, 2 mmg de vitamina A, 0,08 mg de vitamina B1 0,06 mg de vitamina B2 e 12 mg de vitamina C.
    Cozida: 121 calorias, 1,4 g de proteínas, 24 mg de cálcio, 67 mg de fósforo, 0,4 mg de ferro, 4 mmg de vitamina A, 0,11  mg de vitamina B1 0,06 mg de vitamina B2 e 10 mg de vitamina C.

Fotos

0 comentários :

Postar um comentário

 
Lider Agronomia - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Template Clean, criado por Tutoriais Blog .