Almeirão

    O Almeirão (Chicorium intybus L.),  que cresce espontaneamente na Europa,  norte da Africa e grande parte da Asia, é  uma hortaliça da mesma família da chicória e da alface (as chicoriáceas), semelhante à chicória, com folhas mais estreitas e alongadas, recobertas de pêlos e de  sabor mais amargo, o que justifica o nome que recebe em alguns lugares: chicória amarga. Suas folhas são consumidas  habitualmente cruas, em saladas, mas podem também ser cozidas.  

Variedades 
    A chamada folha-larga  produz plantas vigorosas e folhas verde-claras em grande número; a pão-de-açúcar com folhas externas verde-claras e internas mais claras. Consta que proporciona maior número de colheitas e que, plantada em espaçamento largo, produz uma  cabeça volumosa. 

Clima 
    Desenvolve-se melhor no outono e no inverno, a temperaturas entre 12 e 24° C. 

Plantio 
    Vai normalmente de março a  junho ou pode ser feito o ano todo nas regiões de clima temperado. Antes do plan tio, o canteiro deve receber de 15 a 20 l  de esterco de curral, e 200 g de fosfato de  rocha. Em vez de esterco de curral pode-se usar igual quantidade de lixo beneficiado, ou um terço da quantidade citada de  esterco de galinha. A propagação é feita  por meio de sementes lança das no canteiro definitivo, em sulcos distanciados de  20 a 30 cm, à profundidade de 1 cm, e  cobertas com uma leve camada de terra  peneirada. É necessário 1 g de sementes  (cerca de 1000) por m2. 

 Raleação 
    E feita quando as plantas  atingem de 3 a 5 cm de altura, deixando-se 15 a 20 cm de espaço entre as plantas.  As mudas arrancadas podem ser plantadas  em outro canteiro. Adubação em cobertura é feita com 5 kg/m2 de esterco líquido,  após a raleação. 

Tratos culturais
    Consistem em regas  diárias.  

Pragas e doenças 
    As pragas que mais  atacam são as lesmas e os caracóis-de-jardim, a lagarta-rosa, os pulgões e os tripes, os dois últimos causadores de viroses. As doenças são a podridão-basal e a  queima-da-saia, provocadas por fungos.  Não se devem usar agrotóxicos, que fazem mal para o organismo, principalmente porque o almeirão é consumido cru.  

Colheita 
    A colheita se inicia 50 a 60  dias após a semeadura, quando as folhas  estão desenvolvidas. As folhas externas  são cortadas rente ao solo e, 30 a 40 dias  depois, pode ser feita nova colheita. Os  canteiros bem irrigados e adubados, até  mesmo na época da retirada das folhas,  permitem até 6 colheitas. As folhas inferiores são cortadas à medida que vão alcançando o tamanho desejável para a comercialização, sendo o tipo mais adequado o de folhas alongadas e verdes. As folhas são aladas em maços de cerca de 1 kg.  

Composição nutricional por 100 g 
    20 calorias,  1,7 g de proteínas, 79 mg de cálcio, 23  mg de fósforo, 1,7 mg de ferro, 263 mmg  de vitamina A, 0,07 mg de vitamina B1,  0,12 mg de vitamina B2 e 11 mg de vitamina C.  

Fotos

0 comentários :

Postar um comentário

 
Lider Agronomia - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Template Clean, criado por Tutoriais Blog .