Agrião - A cultura e o cultivo

    O Agrião (Sisybrium nasturtium-aquaticum L.), originário do Chile, é uma planta da mesma família do brócolo, da couve, mostarda, nabo e repolho (as brassicáceas). É semi perene, semi-aquática e vegeta em terrenos alagados ou muito úmidos e em água corrente, sempre límpida e fria. Ele é conhecido também como agrião-d'água, agrião-aquático e agrião-do-rio. O caule, rastejante ou flutuante, tem raiz pivotante, que fixa a planta no solo, e grande quantidade de raízes finas aquáticas, que partem dos nós para retirar os nutrientes da água. As folhas são pequenas, arrendondadas, de coloração verde-escura e levemente arroxeada. O agrião é uma hortalíça muito procurada e geralmente consumida sob a forma de saladas. cozida ou em sopas. Seu cultivo exige a construção de tanques ou a abertura de canais de drenagem, o que dificulta o aumento da oferta do produto no mercado. Ao mesmo tempo, é uma verdura que perece rapidamente, tomando obrigatório seu cultivo próximo dos centros consumidores. Ao agrião são atribuídas várias propriedades medicinais. Ele é usado como diurético, adstríngente, anti-diabético, laxativo e vermífugo e, ainda,para o tratamento da tuberculose pulmonar, das bronquites, das doenças de pele,do fígado e dos rins, entre outras, acredita-se que não deve ser consumido em grandes quantidades pelas mulheres grávidas, pois provoca abortos. 

Variedades 
    A folha-larga, de grande valor comercial, é a mais plantada, principalmente no Centro-Sul do país. São plantas vigorosas e produtivas, com alta capacidade de perfilhamento, folhas largas e tenras, arrendondadas e verde-escuras, Resistem bem ao calor e ao florescimento precoce. 

Clima e solo 
    O clima ameno, com temperaturas entre 16 e 20ºC, é o mais favorável para o desenvolvimento de hastes e folhas. Nos climas quentes, com temperaturas acima de 25°C, o agrião cresce pouco e floresce facilmente. Os melhores solos para cultivo em canteiros são os argilosos e pesados, que retêm água, sendo fundamentais nas agrieiras (os tanques que serão inundados). Devem ser ricos em matériaorgânica e ter pH de 6,0 a 6,8. 

Adubação 
    As agrieiras recebem adubação composta de 40 a 60 t/ha de esterco curtido de curral e 100 g de fosfato de rocha por m2. 

Propagação e plantio 
    A propagação é feita por meio de sementes, em sementeiras, ou por perfilhos, plantando-se as estacas retiradas de culturas já adultas. Nas sementeiras, a semeação é feita em sulcos distanciados entre si por 10 cm com profundidade de 0,5 cm, cobertos com uma camada de terra peneirada. No caso da semeação direta no canteiro, a raleação é necessária, podendo-se transplantar as mudas retiradas para outro canteiro. Há cerca de 5.000 sementes por grama, com germinação em torno de 40% para a variedade nacional, sendo necessários 4kg/ha sementes. O transplantio para a agrieira ou para o canteiro definitivo é feito de abril a junho, ou durante todo o ano nas regiões onde o verão é ameno, quando as mudas estão com quatro folhas, no espaçamento de 30 x 30 cm. Plantam-se também ramas de 15 a 20 cm de comprimento, retiradas de plantas já adultas. 

Tratos culturais 
    Se a plantação for emcanteiros, deve-se irrigar diariamente. Nas velas, a água deve estar sempre limpa para evitar contaminação, entrando por um lado e saindo pelo outro. A quantidade de água da irrigação, feita por inundação, varia desde a saturação do solo até uma lâmina de cerca de 12 cm que, no entanto, de-ve acompanhar o crescimento da planta, já que é imprescindível que a folhagem fique fora da água. São usadas também adubações de cobertura, feitas com 5 litros de esterco líquido por m2, por vez. 

Rotação de culturas 
    Com jiló, beterraba ou outras que não sejam da família das brassicáceas. 

Colheita 
    O agrião começa a ser colhido a partir de 60 a 75 dias após a semeadura em sementeira, e de 40 a 50 dias após o plantio das ramas. As folhas são cortadas quando já estão bem desenvolvidas, deixando-se de 5 a 10 cm de rama para novas brotações, porque cada planta admite até quatro cortes, com intervalos de aproximadamente um mês.

Composição nutricional por 100 g 
    22 calorias, 2,8 g de proteínas, 117 mg de cálcio, 76 mg de fósforo, 1,9 mg de ferro, 370 mmg de vitamina A, 0,12 mg de vitamina B1, 0,10 mg de vitamina B2 e 44 mg de vitamina C.

Fotos

0 comentários :

Postar um comentário

 
Lider Agronomia - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Template Clean, criado por Tutoriais Blog .