Mucuna Preta

    A Mucuna-preta (Stizolobium aterrimum Piper tracy), originária do Sudeste da Asia, é uma leguminosa de desenvolvimento exuberante: semeada ao pé de uma árvore de 15 a 20 m de altura, écapaz de cobri-la inteiramente com sua folhagem abundante. Também impressiona a sua produção de sementes que, em alguns casos, chega a 3 t/ha. Aqui. a mucuna-preta vem sendo usada como adubação verde e forragem tropical, com resultados animadores. No primeiro caso, em experimento controlado pelo Centro Nacional de Pesquisa de Milho e Sorgo, da Embrapa, Sete Lagoas (MG), em solos pobres do cerrado, a mucuna produziu 40t/ha de massa verde que foi incorporada ao solo. Feita a análise química do solo, os técnicos da Embrapa verificaram que ele continha uma rica composição em nutrientes: 120 kg de nitrogênio, 8 kg de fósforo, 44 kg de cálcio, 9 kg de magnésio e l11 g de zinco. Como esses nutrientes não foram previamente aplicados, é certo que a leguminosa extraiu-os do próprio solo e reciclou-os, tomando-os trocáveis (assimiláveis pelas plantas). Restos culturais da mucuna consorciada ao milho apresentaram aqueles mesmos nutrientes em níveis mais baixos: 57 kg de nitrogênio, 17 kg de potássio, 3 kg de fósforo,28 kg de cálcio e 9 kg de magnésio, Essa redução leva a crer que o milho consorciado utilizou parte dos elementos disponíveis no solo  alguns deles por meio de um relacionamento benéficio com a mucuna (o nitrogênio, por exemplo) e outros por simples concorrência com a leguminosa. A experiência revelou também a grande resistência da mucuna a pragas e doenças e seu efeito positivo no controle de neumatóides.

Clima e solo
   É nas terras sílico-argilosas, de fertilidàde média, umidade regular e em clima temperado que a mucuna cresce com maior vigor. Seu ciclo de vida é de cerca de 180 dias. Geralmente, após a colheita, em junho-julho, muitas sementes ficam presas à folhagem seca, no solo, de modo que basta uma aração leve para se obter nova plantação, sem a necessidade de outra semeadura.

Plantio e corte
   Como adubação verde, deve-se plantar a mucuna em linhas decova de 5 a 8 cm de profundidade, com um espaçamento de 50 em entre as linhas e 20 cm entre as. covas. Geralmente, utilizam-se 60 kg/ha de sementes. E possível ainda fazer a semeadura a lanço. Neste caso, a quantidade de sementes recomendada é de 100 kg/ha. A época ideal para a semeadura se estende de outubro a dezembro e o corte deve ser feito logo após a floração, aos 150 dias do plantio. Em Guaíra (SP), o agricultor Carlos Kage planta mucuna depois do milho, assim que as espigas do cereal começam a amadurecer, o que acontece no início de janeiro. Em fins de maio, quando aparecem as primeiras vagens, ele faz a incorporação da mucuna ao solo. Para a produção de sementes, convém plantá-la com tutores (estacas de arame) a fim de impedir que as vagens fiquem em contato com a terra. Como quase todas as leguminosas, a mucuna se desenvolve lentamente no início. Portanto, é necessário efetuar pelo menos uma capina nos dois primeiros meses, para que as invasoras não prejudiquem o seu crescimento. Do segundo mês em diante, o volume de folhagem da mucuna torna-se uma poderosa arma contra a invasão até mesmo de uma das maiores inimigas de culturas comerciais: a tiririca. A mucuna é boa também para a produção de feno. Mas como perde as folhas com facilidade deve ser manipulada com cuidado. Para eliminar esse inconveniente,costuma-se reduzir a mucuna a farinha,como se faz com outras leguminosas, inclusive a alfafa. Dessa forma, aproveita-se integralmente a folha, a parte da plantaque contém a maior quantidade de nutrientes. Para ser dada diretamente ao gado, ela não é muito bem aceita, mas pode ser consorciada com colonião,  jaraguá, braquiária e outras gramíneas. Certamente, uma das maiores utilidades atuais da mucuna é servir de cobertura do solo para árvores frutíferas. Por isso ela tem sido plantada com muito sucesso entre pés de laranja, em solos de cerrado. Neste caso, para que se consiga maior quantidade de massa verde e para evitar que a mucuna uma leguminosa trepadeira suba nos pés de laranja, plantam-se duas linhas de milho no meio das ruas do laranjal, distanciadas entre si de 80 a 90 em. Após 120 dias da germinação do milho, que deve ser plantado em outubro, semeia-se a mucuna. No plantio mecânico utiliza-se  plantadeira por tração animal, observandoa distância de 60 cm das linhas do milho.
As vantagens dessa prática:
•  Evita o desenvolvimento das invasoras.
• A mucuna ocupa o terreno durante seismeses, justamente na 'época em que as ca-pinas seriam indispensáveis para mantê-lolimpo, o que resulta em economia, pela di-minuição dos tratos culturais do laranjal.
• Protege o solo, evitando a erosão nosterrenos com declives acentuados.
• Enriquece o solo.
• A mucuna produz sementes em grandequantidade, que servem de alimento para o gado.

Fotos 

Mucuna preta

Semente (grão) de Mucuna preta
Semente (grão) de Mucuna preta
Referências:
Embrapa: MUCUNA preta Stizolobium Aterrimum Piper & Tracy: leguminosa para adubação verde do solo e alimentação de bovinos, Embrapa Amazônia Oriental. Recomendações técnicas, 15, 2000.
Esalq: Competitividade de mucuna preta (Mucuna aterrima) ou crotalária (Crotalaria juncea) sobre a cultura do milho, disponível em http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/23493/1/0161.pdf, acesso atualizado em 15/03/2015.

2 comentários :

  1. não é esta a planta vendida como Mucuna Pruriens?

    ResponderExcluir
  2. Plantei feijão preto do pacote e nasceu esta planta trepadeira.Isto significa que estas sementes estão sendo vendidas a população como feijão preto ? pode fazer mal a saude ?

    ResponderExcluir

 
Lider Agronomia - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Template Clean, criado por Tutoriais Blog .