Ervilhaca

   A ervilhaca (Lathynus sativus L.) é uma leguminosa anual originária do Mediterrâneo e da Ásia Ocidental. Planta herbácea, com vagens castanhas contendo sementes pequenas, a ervilhaca comum fornece boa cobertura do solo e é excelente forrageira, em razão do seu alto valor nutritivo e de ser bem aceita pelo gado, É adaptada ao pastejo, corte e fenação, mas não é aconselhável o seu uso como alimento exclusivo para o gado, devendo-se associá-la a outras forrageiras, em especial às gramíneas. Nesse caso, é cortada antes da floração, que ocorre aproximadamente aos 130 dias. A rebrota é aproveitada para a produção de feno, semente ou silagem. No Paraná, onde a ervilhaca é mais usada como adubação verde de inverno, a Fundação Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) tem conduzido experiências com uma outra espécie  a ervilhaca-peluda (Vicia villosa Schieb), cuja variedade alemã, ostsaat drbaumanns, tem apresentado excelentes resultados. No entanto, a produção de sementes da ervilhaca-peluda é muito difícil, motivo pelo qual ainda não é possível recomendá-la aos agricultores.

Clima e solo
Ervilhaca, Lathynus sativus   Cresce preferencialmente em clima temperado e subtropical e, por isso, não se recomenda o seu plantio ao norte do Paraná. Seu cultivo exige um solo com pH entre 5,5 e 6,5, rico em matéria orgânica. É importante observar que a ervilhaca é capaz de incorporar ao solo até 90 kg/ha de nitrogênio anualmente, oque a recomenda, como eficiente adubo verde para as culturas de milho e arroz.

Plantio
   Quando a finalidade for a produção de massa verde para a alimentação animal ou adubação, a época indicada para a semeadura é de março a maio. Para a produção de sementes, o período vai de maio até junho. A semeadura pode ser por meio de semeadeiras. A distância entre as linhas é de 20 cm, e a profundida-de, de 3 a 5 cm. A quantidade de sementes varia de acordo com a forma de cultivo (consorciado ou não), a fertilidade do solo e a finalidade. Para a ervilhaca solteira utilizam-se de 40 a 80 kg/ha sementes; em consorciação (com aveia, tremoço, centeio, azevém ou cevada), de 20 a50 kg/ha. A propósito, a consorciação ervilhaca/aveia-preta, à razão de 20 kg/hade aveia e 50 kg de ervilhaca, tem resultado numa apreciável produção de massa verde desta última. O peso de 1000  sementes varia de 30 a 50 g, e 1 kg de sementes contém de 19 000 a 30 000 unidades. Para se obter melhores resultados no cultivo da ervilhaca, é aconselhável inocular as sementes com bactérias específicas (Rhizobium leguminosarum). Essa providência é indispensável quando se fazo plantio pela primeira vez. Em geral, a ervilhaca resiste bem ao ataque de pragas e doenças e é bastante eficiente no controle de invasoras, em especial as variedades bernina e comum.

Corte e colheita
   Para adubação verde,o corte deve ser feito na floração plena, aproximadamente dos 130 aos 170 dias, quando as plantas estão com cerca de 35em de altura. Na colheita de sementes, recomenda-se uma vistoria periódica, observando-se na ocasião, o maior volume de vagens maduras, a fim de evitar perdas por deiscência (fenômeno da abertura dacápsula em que se aloja a semente). A ressemeadura da ervilhaca ocorre pela deiscência natural, isto é, as sementes caem no solo nos meses de novembro e dezembro, germinando novamente em abril-junho. Por sinal, essa particularidade permite uma contínua rotação ervilha-camilho. A colheita deve ser feita em dias nublados, manualmente ou por meio de uma colheitadeira automotriz, se a ervilhaca for consorciada a outras culturas.
Em condições normais, a ervilhaca produz cerca de 20 a 50 t/ha de massa verde e de 2 a 5 t/ha de matéria seca. Na produção de sementes o rendimento médio é de 500 a 700 kg/ha.

Fotos
Ervilhaca forrageira

Fontes:
Embrapa GRAMÍNEAS FORRAGEIRAS ANUAIS DE INVERNO, disponível em http://www.cnpt.embrapa.br/biblio/li/li01-forrageiras/cap4.pdf, acesso em 06/03/2015
Incaper - Cartilha sobre adubação verde e compostagem, disponível em http://agroecologia.incaper.es.gov.br/site/images/publicacoes/cartilha_leguminosas.pdf, acesso atualizado em 06/03/2015

0 comentários :

Postar um comentário

 
Lider Agronomia - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Template Clean, criado por Tutoriais Blog .